August 1, 2015

Melhores filmes de terror psicológico

filmes de terror

Como vocês já sabem, sou obcecada por filmes de terror. Dos filmes de terror fico com mais medo com aqueles que mexem com o psicológico da pessoa, que deixam sua audiência na dúvida até o último momento e que fazem eles procurarem sobre o final no Google após não terem certeza o que aconteceu. Esses são os que eu considero fantásticos. Decidi então listar alguns de meus filmes favoritos que envolve esse tipo de suspense e a vulnerabilidade da mente humana. Então, let's go!

The Babadook
Decidi assistir Babadook após ler diversas críticas positivas sobre o filme e ver que ele estava disponível no Netflix. O filme segue a vida de uma mãe solteira que trabalha dia e noite para sustentar o seu filho após a morte de seu marido. Seu filho arteiro e medroso, que assusta seus colegas de sala com suas atitudes, descobre um livro de "criança" em seu quarto e decide o ler. Após isso começa a ter pesadelos e jurar que o Babadook está atrás dele e de sua mãe.



Dream House
Dream House (A Casa dos Sonhos) acabei assistindo ano passado na HBO e achei super interessante. Will Atenton (Daniel Craig) é um pai de família normal que trabalha e cuida de sua família que ama. Após um dia chegar em casa e descobrir uns adolescentes dentro de sua casa, falando que ali houve um assassinato de uma família em que só o marido sobreviveu, Will ficou indignado por seus novos vizinhos não terem falado nada. E com isso, vai atrás para descobrir mais sobre o que aconteceu com o assassino Peter Ward, e logo descobre a verdade sobre sua suposta casa dos sonhos. Mesmo não sendo um filme de terror exatamente, ele tem aspectos envolvendo o psicológico e o emocional da pessoa, então achei que seria legal incluir nesse post. Ah, o trailer já da um grande spoiler em que direção o filme vai, mas juro que vale a pena assistir.



Orphan
O Orphan (A Órfã) já virou um daqueles filmes clássicos de terror. Adoro esses filmes que deixam a audiência no suspense até o último momento. Um casal decide adotar uma criança para juntar a sua família, e com isso conhecem a Esther (Isabelle Fuhrman), uma menina inteligente, educada e madura, e decidem a adotar. Após levar ela para se juntar à sua nova família, o casal percebe algo estranho com a sua nova filha. E após se preocupar com a segurança de seus outros filhos, Kate (Vera Farmiga) decide pesquisar mais sobre Esther, e acaba descobrindo mais do que esperava.



House at the End of the Street
Já falei sobre esse filme num post onde indiquei os melhores filmes de terror de 2012, então foi por uma boa causa que o mencionei. No filme House At the End of the Street (A Última Casa da Rua), uma jovem (Jennifer Lawrence) e a sua mãe (Elisabeth Shue) se mudam para uma nova casa em uma nova cidade, e descobrem que na casa do lado houve um homicídio alguns anos atrás. A Elissa acaba fazendo amizade com o atual dono da casa, o Ryan (Max Thieriot), o filho dos pais assassinados, e com isso vai descobrindo mais sobre o episódio misterioso que ocorreu na casa vizinha.



The Uninvited
The Uninvited (O Mistério das Duas Irmãs) é um filme de 2009 baseado no filme coreano A Tale of Sisters (Medo), que segue a vida de Anna (Emily Browning) que acaba de voltar de uma instituição psiquiátrica, após tentar suicídio por causa da morte de sua mãe doente terminal, e descobre que o seu pai escritor está junto com a ex-enfermeira de sua mãe. Com a sua volta da instituição a Anna não lembra de nada sobre a noite do incêndio, e começa a ter pesadelos sobre aquela noite. Aos poucos começa desconfiar da namorada de seu pai, e então Anna junta à sua irmã Alex para descobrir mais sobre a Rachel (Elizabeth Banks) e se ela realmente pode ser confiada.


Espero que tenham gostado da minha listinha.
Já assistiram algum desses filmes?
Deixem seus comentários abaixo.
Kisses.

July 27, 2015

Let's Cook: Bolo de Cookie


Sou absolutamente obcecada por doces, e sempre ando procurando pela net por receitas gostosas e fáceis de fazer, para eu poder experimentar e até postar no blog. E com isso, encontrei esses dias uma receita de cookie cake, e fiquei com muita vontade de fazer e compartilhar com vocês.
Alguns meses atrás postei uma receita de como fazer cookies americanos, e como achei um sucesso, decidi fazer esse spinoff dos cookies. A princípio são utilizados os mesmos ingredientes e é super fácil de fazer. Então, vamos aos ingredientes?

Como vocês podem ver, na nossa receita usamos açúcar refinado, mas fica melhor com açúcar cristal.

Ingredientes
2 copos (256 gramas) de farinha.
2 colheres de chá de fermento em pó.
12 colheres de sopa de manteiga/margarina com sal.
1/4 de um copo (50 gramas) de açúcar cristal/granulado.
3/4 de um copo (165 gramas) de açúcar mascavo.
2 ovos (um inteiro e outro apenas a gema).
1 colher de sopa de essência de baunilha.
3/4 de uma xícara de chocolate (em gotas).
1/2 xícara de M&M´s (opcional).


Vamos aos passos!

1º. Aqueça o forno em 170ºC.


2º. Separe a farinha e o fermento num pote médio.


3º. Agora no pote da batedeira mesmo, coloque a manteiga e bata por uns 2 minutos em velocidade média, até ela ficar cremosa. Coloque o açúcar mascavo e o açúcar cristal/granulado e bata novamente. Depois disso, coloque um ovo inteiro e somente a gema do outro ovo, e a essência de baunilha e bata novamente.


4º. Agora coloque a farinha e o fermento, que você tinha separado num outro pote, aos poucos na mistura da batedeira, e vai batendo em velocidade média.

5º. Tire o pote da batedeira e adicione o chocolate em gotas e misture com uma colher de borracha. Após isso desepeja a mistura na forma que será assado o seu cookie cake.




6º. Unte a forma com manteiga para o bolo não grudar na hora de retirar ele. Espalhe bem a massa na forma, e coloque mais uns M&M´s em cima.

7º. Coloque a forma na bandeja inferior do forno, para que a parte de baixo dela fique mais próxima do calor.

8º. O bolo irá demorar uns 25-35 minutos para ficar pronto. Nos primeiros 15 minutos que ele estiver no forno, coloque um papel alumínio em cima dele, e nos outros 15 sem ele.


9º. Assim que você perceber que o seu bolo está douradinho, ele estará pronto. Deixe-o esfriar uns 15 minuinhos para ficar durinho. E voilà, o seu cookie cake está pronto para degustar. Não esqueça de se servir um copinho de leite quentinho para acompanhar  ;)


Dica: Se você preferir o bolo mais durinho, deixe umas duas horas após assar na geladeira. Fica uma delícia!

Espero que tenham gostado da receita!
Se forem fazer comentem abaixo. 
Kisses.

July 23, 2015

Around Town: Food Truck BC

Hello, guys.
Nessa última semana teve o 1º festival de food trucks em minha cidade, Balneário Camboriú, SC. E após ter me arrependido de não ter ido num evento com food trucks na cidade vizinha no mês anterior, decidi que não queria perder outro.
E como ia ir com uns amigos pensei que seria legal tirar umas fotos e criar essa nova tag no blog, a "Around Town", para ter um espaço para escrever sobre a minha cidade e postar fotos pessoais interessantes.
Já imaginava que no evento não teria tantas opções para vegetarianos, pois se o restaurante tiver opções vegetarianas ou veganas eles não colocam no menu deles nos dias dos food trucks, já que a princípio não são os pratos mais pedidos. E como há tanta gente com fome e vários lugares para comer um pertinho do outro, precisam colocar pratos clássicos, que são rápidos de fazer e bons para comer, e então normalmente não incluem os pratos vegetarianos/veganos. Mas de qualquer forma quis conhecer o evento e ver o que teria de diferente para experimentar. Tirei algumas fotinhos lá e decidi compartilhar com vocês. Então, let's go.


Chegamos no local com vontade de experimentar umas paletas mexicanas, e então paramos na Maria Paleta e aproveitamos para tirar fotos com os chapéus.


Depois passamos em um outro lugar que vendia paletas mexicanas, 
e nos apaixonamos pela cabeça de chihuahua que tinham hehe.



Um dos lugares tinha uma van onde podíamos entrar e tirar fotos dentro. 
O ambiente era super moderno e divertido.


Foto com as amiguinhas.



Acabei indo comer no restaurante mexicano Guacamole, pois era uma das únicas opções vegetarianas. Comi uns chips com molho sour cream super deliciosos.



Mas como o meu boyfriend come carne, ele pediu um burger em dobro do restaurante australiano Didge Stakehouse, que também curtiu bastante.


Nossa última refeição foi uns churros espanhóis muito saborosos, que vinham com molho de blueberry, chocolate belga e doce de leite para dip


Uma amiga decidiu comer rigatoni com molho do chef, e disse que o prato estava apetitoso.


Bom, essas são as minhas fotinhos.
Avisem abaixo se curtiram para fazer mais posts do tipo.
Kisses :)

July 20, 2015

Três shows para não perder em 2015

foto pessoal no show de Architects

  Como vocês já devem ter notado, o blog Infected By Culture tem como intuito compartilhar com seus leitores sobre uma "cultura alternativa", e isso inclui falar a respeito da música. Sempre fiquei na dúvida de escrever sobre essas bandas mais "pesadas" que curto por causa da "falta de interesse" que poderia ocorrer, mas notei que normalmente essa falta de interesse ocorre quando alguém não sabe sobre o assunto sendo comentado. Com isso, decidi escrever esse post falando sobre esses gêneros mais "pesados" que vão muito além do rock, alguns sendo o hardcore, post-hardcore, melodic hardcore e metalcore, cada um tendo suas próprias influências e seus próprios seguidores.
  Desde os doze anos, eu curtia esse som um pouco diferente e o estilo de vida que as pessoas que curtiam tinham. E com o passar de cada ano, fui conhecendo mais e mais bandas e querendo fazer parte da cena. Com 14 anos, fui no meu primeiro show do gênero, o Game Changers Tour, um mini festival com as bandas Bring Me the Horizon, Pierce the Veil, We Came As Romans e A Day to Remember, que acabei indo com a minha mãe, já que na época não tinha amigos que curtiam esse tipo de som. No mesmo ano, fui no Vans Warped Tour, um festival super conhecido nos Estados Unidos, com bandas de diversos gêneros derivados do rock, que falei mais sobre aqui.
  Desde que voltei para o Brasil, fui apenas em dois shows. O primeiro sendo o D. Generation Festival em 2012, um festival com bandas hardcore da região. E o outro sendo em Curitiba em maio de 2015 para o show de Architects, uma banda do Reino Unido que eu e o meu namorado curtimos muito. E nesses dois eventos, percebi que há poucas pessoas, principalmente meninas, que conhecem esses tipos de música e que compareçam aos shows no Brasil. Então, decidi compartilhar com vocês algumas bandas que eu gosto que tocarão aqui esse ano, para vocês terem uma chance de conferir esses artistas super talentosos. Let's go.

Sleeping With Sirens



Sleeping With Sirens foi uma das primeiras bandas que ouvi do gênero post-hardcore. Conheci eles após lançarem o seu primeiro álbum, o With Ears to See and Eyes to Hear, e então fiquei apaixonada pelos vocais do Kellin Quinn e o instrumental da banda.
Das bandas de post-hardcore, eles tem um som menos pesado, mais puxado para o pop rock. Já lançaram quatro discos, o último sendo em 2015. Mas com cada álbum a banda torna-se mais radio friendly, que não necessariamente seja algo ruim, mas para os fãs desde 2010, decepciona um pouco. No entanto, sabemos que todas as bandas com o passar do tempo, querem evoluir e serem mais criativos com o seu som.
A banda iniciou o seu world tour "Madness" para divulgar o seu álbum novo com o mesmo nome. E com isso, virão vir para a América Latina e tocarão nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba e Porto Alegre no mês de agosto. Para mais informações clique aqui.




Circa Survive + Taunting Glaciers



A banda Circa Survive de post-hardcore da Pennsylvania nos Estados Unidos, é definitivamente uma de minhas bandas favoritas. A banda, formada por cinco amigos, é de post-hardcore mas, o seu som tem diversas influências, de progressive rock ao indie rock. O grupo continua com os mesmos cinco membros, desde sua formação em 2004.
A voz de Anthony Green (ex vocalista de Saosin) e os riffs de guitarras faz com que a banda tenha um som super único. A letra de suas músicas também são bem pessoais, seu terceiro álbum Blue Sky Noise, tendo músicas escritas enquanto o Anthony passava por problemas mentais. 
Então, depois de cinco álbuns, dois EPs e oito singles, a banda fará uma turnê pelo Brasil. Podemos dizer que os brasileiros estão mais do que prontos para receber essa banda de grande talento. A banda de hardcore Bullet Bane fará show em todas as datas da turnê com Circa Survive, e em Curitiba a banda Taunting Glaciers de Blumenau também fará show. A gravadora Hearts Bleed Blue, que trará as bandas no mês de outubro, fez o preço dos ingressos super acessível, e com isso os shows no Rio de Janeiro e São Paulo já foram esgotados. Para mais informações clique aqui.



Taunting Glacies é uma banda de melodic hardcore com influências no post-hardcoreshoegaze e ambient rock de Blumenau, SC. A banda é formada por alguns conhecidos meus com muito talento. Eles serão a banda de abertura no show de Circa Survive e Bullet Bane em Curitiba.
Em 2013 lançaram o seu primeiro EP self-titled "Taunting Glaciers" e em 2014 lançaram o single "End of All Things" junto com o seu clipe. Sou super chata com bandas do gênero brasileiras que têm músicas em inglês, porque a maioria das vezes cantam errado ou usam palavras que não fazem sentido na letra, mas Taunting Glaciers faz um ótimo trabalho nisso, pois suas músicas e letras são impecáveis. A banda é super dedicada e realmente promete fazer sucesso, até mesmo na gringa. Ouça a playlist abaixo com faixas de Circa Survive e Taunting Glaciers.




La Dispute 



La Dispute é uma banda de post-hardcore de Michigan nos Estados Unidos. Os cinco amigos iniciaram a banda em 2004, e desde então já lançaram sete EPs e três álbuns, o último sendo o Rooms Of the House em 2014.
A banda diz poder se expressar e conectar através da música, que podemos perceber nas suas letras que mostram bem o emocional da banda, fazendo os fãs sentirem, pensarem e refletirem junto com eles.
A gravadora Hearts Bleed Blue é responsável novamente por trazer outra banda da gringa para tocar no Brasil. Dessa vez sendo em novembro, e com dois artistas da mesma gravadora fazendo parte da turnê, um deles a Taunting Glaciers, que tocará em todos os shows, então é mais uma chance para você conhecê-los! Para mais informações clique aqui.


 PS: Ainda tem outros shows no Brasil, como o do Title Fight em setembro e Hundredth em outubro, que vocês não podem deixar de conferir.

Então, essas são as minhas dicas dos shows que vocês não podem perder.
Espero que tenham gostado de conhecer um pouco mais sobre as bandas do gênero :)
Kisses.

July 13, 2015

Oito coisas diferentes para fazer nas férias

 Hey, guys!
 O inverno é definitivamente a minha estação favorita. Sempre amei poder ficar em casa e aproveitar o tempinho frio embaixo das cobertas assistindo séries e bebendo chocolate quente. Mas nesse ano, terei apenas uma semana de férias, já que farei um intensivo na faculdade. De qualquer forma quis compartilhar as minhas dicas de como aproveitar ao máximo as férias com vocês. Então, let's go!

1) Banque a detetive
Que tal passar suas férias assistindo séries e filmes de suspense? Indico assistir séries como Pretty Little Liars, How to Get Away With MurderHarper's Island e Criminal Minds, onde você poderá bancar a detetive e tentar descobrir quem é o culpado antes do final delas. Não garanto que seja fácil, mas é um desafio divertido.

2) Assista séries em outro idioma 
Já terminou de assistir todas as suas séries favoritas? Então que tal vê-las novamente em outra língua? Eu particularmente acho muito melhor assistir uma série na língua original, então se você faz o mesmo, coloque a legenda no idioma original do programa também. Como você já assistiu todos os episódios, será mais fácil para você traduzir o diálogo na sua cabeça.

3) Aprenda a fazer chá
Não há nada melhor do que tomar chá em baixo das cobertas no inverno. Aprender fazer receitas diferentes é fácil, basta procura-las em sites como Pinterest e ir numa casa de produtos naturais e comprar o que falta. Você também pode aproveitar e experimentar fazer um chá diferente a cada dia, até descobrir o seu favorito.

4) Faça um curta
Reúna as suas amigas e começa a planejar um curta-metragem. É um projeto divertido, onde cada um poderá expor os seus pontos fortes, como na maquiagem, fotografia, música ou no figurino. Basta criar um roteiro bacana, escolher um local de filmagem que combine com o enredo e achar uns amigos para fazer parte do elenco.


5) Faça um photoshoot 
Outro projeto para quem é mais criativo. Procure por inspirações de photoshoots online, eu particularmente adoro os da Wildfox, junte uns amigos para ser os modelos e encontre um lugar legal para tirar as fotos. O divertido disso é que você e seus amigos também poderão usar seus interesses e talentos para contribuir e criar um photoshoot de babar!

6) Venda suas roupas
Uma boa para quem quer juntar uma grana. Que tal passar as férias limpando o guarda-roupa e encontrar aquelas peças boas que não curte mais e conseguir uma grana vendendo elas? Sites como Enjoei ajuda um monte com isso, basta você tirar umas fotos bonitinhas da peça e colocar para vender no site. Dica: como você só recebe o dinheiro do comprador após ele receber seu produto, separe um dinheiro antes para o frete.

7) Descubra lugares novos
Algo que curto muito fazer. Cada ano abre tantos negócios novos que nem temos tempo para visitar todos eles. Passo muito tempo procurando por locais bacanas para ir no Foursquare, onde tem diversas dicas e informações sobre os lugares de sua cidade. Vale a pena conferir.

8) Dedique uma semana para experimentar uma dieta vegetariana
 
Que tal ajudar os animais no seu tempo livre? Vegetarianos não comem apenas salada e frutas, apesar delas serem deliciosas. Há tantas opções que nem consigo contar, você pode comer grãos como feijão e lentilha, pães, massas, iogurte, nozes e muito mais. Para substituir a carne você pode comprar proteína de soja, quando cozida parece carne moída, é só temperar à gosto e juntar com o que quiser, eu curto fazer com lasanha, pastel ou massa. Além disso, você pode procurar por receitas novas na internet ou comprar produtos prontos, como hambúrgueres e salsichas de soja (recomendo a marca Mr. Veggy e Gosheen), no mercado.

PS: Aproveite as férias para acompanhar a playlist do blog no Spotify! Ela está cheia de músicas indie, pop e indie rock de artistas incríveis. Além disso, será atualizada toda semana. Venha conferir clicando aqui. :)

Bom, essas são as minhas dicas de como aproveitar o inverno.
Espero que tenham gostado. Se fizer alguma delas, me avise!
Kisses.

July 2, 2015

Bandas folk para curtir

Hey, guys.
Após ter um trabalho de Sociedade e Cultura na faculdade sobre "tribos urbanas", comecei a me informar sobre o estilo de vida folk e as suas influências, e com isso me apaixonei. 
Além de achar super cool esse estilo boho que as pessoas "folk" têm, o som das bandas do gênero é absolutamente incrível, misturando diversos aspectos diferentes que hoje em dia foram esquecidos. E com isso, decidi compartilhar com vocês alguns dos artistas que eu conheci, que eu virei fã. Então, let's go!


Wild Belle


A primeira banda que curti muito da vibe foi a do Wild Belle, uma banda folk composta pelos irmãos de Chicago, Elliot e Natalie Bergman. No momento, eles têm apenas um álbum, o Isles, que lançaram em 2013. O som deles mistura diversos elementos, incluindo influências no jazz e pop psicodélico. O duo também não tem medo de experimentar coisas novas, no último mês lançaram uma faixa junto com o DJ Major Lazer, com o intuito de misturar o folk e o eletrônico numa música baphônica, e foi o que fizerem.
A banda começou a ser reconhecida após participar de uma turnê com o músico Toro Y Moi, e logo foi participando de diversos festivais, incluindo o Lollapalooza e Coachella nos Estados Unidos.
A faixa "Keep You", de seu último álbum, fez sucesso após estar no soundtrack do filme Pitch Perfect.
Abaixo selecionei alguns clipes de faixas de seu álbum, além do remix novo com o Major Lazer. Confiram.


   
First Aid Kit


Outra banda que vale a pena conhecer é First Aid Kit, composta pelas irmãs suecas Johanna e Klara Söderberg,
O duo iniciou em 2007, mas só foram reconhecidas após postarem um cover de uma música de Fleet Foxes no Youtube em 2008. Desde então, elas já lançaram dois EPs e três álbuns cheios de melodias incríveis, com influências country e folk.
Além de cantarem músicas calmas e cheias de emoção, as meninas se dedicam muito aos seus clipes, sempre trazem imagens lindas, envolvendo a natureza e elementos do mundo folk. Vocês podem conferir alguns deles abaixo.



Tin Sparrow


A banda Tin Sparrow é a mais desconhecida dos três, mas o grupo folk de Sydney, Austrália têm um som realmente incrível. A banda existe desde 2010 e, antes de seu hiato, lançaram dois EPs, o From The Sun (em 2011) e Fair & Verdant Woods (em 2012).
Após esse longo hiato, a banda voltou com uma nova formação, agora apenas com o Matt Amery, Dean Mcleod e Mark Piccles, cada um trazendo influências que gostam, como o indie pop e psicodélico. Em 2014, lançaram outro EP, o The Shoelace Ring, onde focaram em voltar às suas raízes mas ainda trazer aspectos novos.
Com o seu último EP, a banda diz ter si influenciado no som de Fleet Foxes e Arcade Fire. Ouça as faixas que se destacaram abaixo.


Espero que tenham gostado de conhecer essas artistas folk.
Deixem seus comentários abaixo. :)
Kisses!

June 7, 2015

Tips & Tricks: Tattoos


Antes de tudo, quero falar um pouco sobre as minhas tattoos e a minhas experiência. Desde uns treze anos eu sempre quis ter tatuagens, talvez porque todas as pessoas que eu considerava "cool" na época tinham, não me importava na arte da minha tattoo mas eu queria fazer uma, e logo.

Aos 15 anos, já passava minhas tardes procurando por inspirações de arte para a minha futura tattoo. Tinha gostado de várias já, mas a de um laço inspirado na Sailor Moon me chamou muita a atenção, e tinha certeza de que queria ela.

Com 16 anos eu pedi para a minha mãe para me deixar fazer a tattoo mas obviamente ela não deixou, eu fiquei quieta e deixei uns meses passar, já que não tinha taaaaanta certeza se era disso mesmo que eu queria. Passou uns dois meses e eu pedi novamente, mas ela não deixou. Comecei a ficar ansiosa para fazer a tattoo e decidi juntar o meu dinheiro e fazer a minha tattoo "escondida" da minha mãe e na casa de um tatuador conhecido da cidade.

A tattoo demorou umas três horas e quando cheguei em casa a minha mãe ficou desapontada comigo, mas ao princípio não ficou tão brava já que ela sabia que eu queria bastante. Depois disso prometi a ela que não faria mais tattoos até o meu aniversário de 18 anos.

E então, alguns meses antes do meu aniver eu voltei a procurar por inspiração de arte, e achei uma legal mas queria algo a mais então pedi para o meu namorado fazer algumas alterações na arte que tinha gostado. Marquei então dessa vez num estúdio e fiz a minha segunda tatuagem. A tattoo é um banner escrito "cross my heart" (algo que se diz em inglês quando está jurando ou prometendo) e uns dedos cruzados. Decidi que queria deixar ela todo preto e com apenas algumas sombras.


Então, depois dessa longa história vamos às dicas. 

1) Arte
Depois que você escolheu a sua tatuagem pense bem antes de fazê-la. Veja se é isso mesmo que você quer e vê se é essa mensagem mesmo que você quer expor no seu corpo. Algumas pessoas criticam a minha segunda tattoo, perguntam se ela representa que eu sou uma mentirosa, mas isso não me afeta porque eu sei o que ela representa e as opiniões dos outros não importam para mim. Então, tenha certeza da mensagem, que daí as críticas não irão te afetar.
Além da arte e mensagem, você também terá que pensar na cor, no tamanho e no local que será tatuado, pois dependendo da sua futura profissão poderá haver alguns problemas, apesar de nos tempos de hoje não ter tanto preconceito como antigamente.

2) Vá num lugar profissional
Como vocês já sabem, eu fiz a minha primeira tattoo na casa de um conhecido e quando ficou pronto eu simplesmente amei. Mas depois de passar alguns meses eu percebi pequenas coisas nela que não me agradava, que poderiam ser evitadas se tivesse feito num lugar um pouco mais profissional. Então, sempre faça a sua tattoo num lugar indicado/recomendado com tatuadores que você confie, para não ficar se arrependendo depois.

3) Gramática
Seja em inglês, espanhol, japonês ou holandês, tenha certeza do que está escrito na sua tattoo. A pior coisa do mundo é ter uma tatuagem linda e maravilhosa escrita errada. É que nem aquelas camisetas ou imagens escritas em outras línguas que achamos super fodas mas acabam não fazendo sentido na língua original.

4) Cuidados
Já falei sobre ter cuidado na hora de escolher a tattoo, pois um dos principais arrependimentos na vida é a tatuagem, já que é algo que dura para o resto da vida. Mas após ter feito a tattoo, você também terá de cuida-la. Sempre pergunte ao seu tatuador o que fazer e o que comprar para cuidar dela, pois dependendo do local e o tamanho tem cuidados diferentes. Com a minha primeira tive de comprar um creme, o Bepantol, mas já na segunda não precisei fazer nada. Então, depende do que o tatuador sugerir e como a sua pele irá reagir à tattoo.

Enfim, essas são as minhas dicas para vocês. Espero que tenham ajudado de alguma forma. Em minha opinião tattoos fazem parte da vida, elas trazem lembranças incríveis se não ensinamentos de vida. Então se você tiver vontade de fazer, faça, pois só irá se arrepender de verdade se houver algo muuuito errado com a arte.


Então, that's all.
Comente abaixo sobre as tattoos ou os planos de vocês!
Kisses.

May 19, 2015

A nova série de terror adolescente Scream Queens


Já vim compartilhando várias novidades da série de terror moderno "Scream Queens", que traz elementos da franquia Pânico, que promete fazer muito sucesso.

 A série de terror e comédia "Scream Queens" foi criada pelo Ryan Murphy e Brad Falchuk, conhecidos pela série de sucesso American Horror Story, e também pelo Ian Brennan, produtor da série Glee. Diversos famosos farão parte desse elenco incrível, incluindo a Emma Roberts, Jamie Lee Curtis (que fez parte dos filmes clássicos de terror da franquia Halloween), Ariana Grande, Abigail Breslin, Keke Palmer, Lea Michele e o Nick Jonas. 

 A princípio, a série foca em torno de um campus universitário que é abalado por uma série de assassinatos. Mas, a sinopse estabelece que, após uma iniciação para um fraternidade dar errado em 1995, alguém resolve partir em busca de vingança, deixando uma série de assassinatos em seu caminho, no 20º aniversário do incidente.

 Atualmente, a fraternidade Kappa House é governada pela Chanel Oberlin (Emma Roberts), conhecida como a rainha bitch da Universidade Wallace, e suas minions.


E após cansar da atitude de Chanel e as fraternidades em si, a reitora Cathy Munsch (Jamie Lee Curtis) decreta que qualquer aluno do campus pode se inscrever para participar da fraternidade Kappa. E depois das novas meninas entrarem na irmandade, hell breaks loose e os assassinatos voltam a acontecer no campus.

 O legal desse novo seriado é que, como American Horror Story, cada temporada terá uma história diferente. Essa primeira temporada terá 15 episódios e, como já dito, irá girar em torno de personagens femininas num campus universitário, onde estão acontecendo assassinatos misteriosos. A nova série será exibida na Fox nos Estados Unidos em setembro desse ano.

Assista o trailer da série legendado abaixo.


Scream Queens (Trailer) HD por screamqueensbr
 
Agora é só esperar para ver se a série irá estrear na Fox aqui no Brasil. ;)
 
Espero que tenham gostado de conhecer Scream Queens.
Deixem suas opiniões e comentários abaixo.
Kisses!
Copyright © 2014 | Design e C�digo: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo